Passar uma boa impressão num documento escrito é fundamental, para isso é imprescindível escolher bem as palavras, saber onde colocar as vírgulas e também quando acabar uma frase. Conhecer — e lembrar — de todas as regras é praticamente impossível, e é por isso que a sua ferramenta mais valiosa deve ser o corretor ortográfico.

Para acabar com as suas dúvidas de português, trouxemos uma lista com os melhores corretores disponíveis, junto com toda a informação que você precisa para escolher o ideal!

Além disso, como sabemos que a dificuldade para escrever é ainda maior usando uma língua estrangeira, colocamos um bônus ao fim desse post. Não dá para perder!

  1. LanguageTool

O LanguageTool cumpre a sua função como bom corretor ortográfico, identificando erros que muitas vezes passam despercebidos e até alguns clichês. No momento, é possível fazer checagens gratuitas de textos de até 20.000 caracteres e até adicionar uma extensão ao Google Docs, facilitando ainda mais a correção.

  • Vantagens:

As suas principais vantagens são a checagem gratuita e a disponibilidade para mais de 10 idiomas, incluindo Alemão e Inglês. Além disso, os erros são sinalizados e diferenciados por código de cor.

  • Desvantagens:

Apesar de ser um bom corretor, algumas alterações sugeridas são baseadas no Português de Portugal, não sendo 100% confiável.

  1. Flip

O Flip é, sem dúvidas, o corretor ortográfico para Língua Portuguesa mais completo disponível atualmente. Disponibilizado tanto em versão paga como gratuita (online), o programa oferece funcionalidades como: suporte para as variedades linguísticas de outros países falantes do Português, dicionário Priberam embutido e lista de sinônimos.

Em sua décima versão, o Flip também conta com um conversor para o novo acordo ortográfico, arrumando automaticamente o texto para se adequar às alterações da Língua Portuguesa.

  • Vantagens:

É um programa incrivelmente completo, fazendo muito mais do que corrigir apenas erros de grafia. À parte das especificações já citadas, o Flip traz também a sua própria plataforma de edição de textos; integração com os programas do pacote Office; suporte para espanhol, italiano e francês; e, inclusive, um tradutor integrado.

Outra funcionalidade interessante é a possibilidade de adição de dicionários para áreas específicas. Otimizando assim o trabalho de revisão para textos mais técnicos.

  • Desvantagens:

A versão para computadores Mac não está disponível em Português do Brasil, não sendo um grande problema se você usa Windows. Outra questão é verificação gratuita limitada a 3.000 caracteres. Junto a isto, o preço para usufruir do programa completo é elevado e cobrado em euros.

  1. VERO – LibreOffice

O VERO é o corretor ortográfico do Writer, software gratuito do pacote LibreOffice, que surge em alternativa aos elevados preços do Office da Microsoft.

  • Vantagens:

O VERO é um verificador gramatical gratuito, adaptado às regras do novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa, capaz de identificar os erros mais comuns de escrita, como gerundismos, cacofonias e pleonasmos.

  • Desvantagens:

É compatível apenas com o LibreOffice, não sendo útil se você utiliza outros programas de produtividade como o Google Docs, Word ou Pages.

Bônus: Grammarly

O Grammarly é nosso bônus e também o melhor corretor ortográfico para você que precisa escrever em inglês. É possível utilizar seus principais recursos de forma gratuita e desbloquear alguns outros com a assinatura premium.

  • Vantagens:

Está disponível como extensão para os principais navegadores; é compatível com Microsoft Word; salva os documentos na nuvem; tem um dicionário de sinônimos integrado; identifica usos errôneos de pontuação e até mesmo sugere alteração de palavras para enriquecer o texto.

  • Desvantagens:

O Grammarly ainda não possui compatibilidade com o Google Docs e nem com Microsoft Word para computadores Mac, apenas Windows. Além disso, a assinatura premium é oferecida em dólares, encarecendo o produto.

Gostou da nossa lista de corretores ortográficos? Comenta aqui embaixo se conhece mais algum que não foi citado!

Comentários
Categorias: Línguas